PhD honors by UL: words of gratitude

On 25th January, 2016, I was notified that Universidade de Lisboa ascribed Distinction and Honors to my doctoral dissertation. My humble and sincere acknowledgments for all the contributors that seeded this scientific work possible:

[transcribed from the PhD dissertation]
O presente documento é o resultado de um longo trabalho realizado em circunstâncias únicas, dentro do qual me revejo como humilde facilitador. Ele é primariamente o resultado das pessoas que o inspiraram, das mentes científicas que o precederam e nele cooperaram, e dos seres que comigo partilharam este percurso.

Antes demais, o meu profundo agradecimento aos meus pais, Rui e Elsa. Ao seu incessável apoio, dedicação e contínuo respeito pela forma como conduzo a minha vida. A vocês, o meu Amor.

A minha profunda gratidão a AJ Miller, Mary Luck, Inelia Benz, Almine, Manuela Melo, Luís Morgado e Leslie Temple Thurston pela forma como tocaram e transformaram a minha vida. À minha musa, Maria Flávia de Monsaraz, por me ter revelado a Ordem da Vida. Aos guias que acompanharam o meu percurso, contribuindo também para este resultado.

O meu agradecimento ao primeiro responsável por este trabalho. Sara Madeira. Obrigado. A sua integridade, confiança e compromisso para uma comunicação aberta constituíram, sem dúvida, o pilar do presente trabalho. A sua humanidade e genuína atenção foram o maior segredo para a condução deste trabalho, preenchendo as minhas madrugadas de trabalho com ânimo. Mais, a sua aguda visão científica foi essencial para o desenvolvimento dos conteúdos. Em 2012, os apontamentos gráficos e coloridos do seu moleskine azulão preencheram o meu mundo por breves dias, dando origem (quatro anos mais tarde) à actual tese.

Agradeço às pessoas que contribuíram para a aprimoração desta tese. Aos membros do júri — Professores Mário Figueiredo, Miguel Rocha, Joaquin Dopazo e Francisco Santos — por toda a sua pronto atenção e tempo dedicados, e inúmeras partilhas em prol da qualidade do presente trabalho e da minha formação pessoal. O meu sincero agradecimento a Cláudia Antunes por ter despoletado em mim a genuína paixão pela aprendizagem automática e pelo seu papel nas contribuições dos capítulos IV-3 e VI-7. A sua presença durante os meus primeiros anos de investigação marcou positivamente o meu percurso. Ainda, o meu agradecimento a todos os revisores científicos dos artigos decorrentes deste trabalho. Ao Franscisco Ferreira pelo seu papel na produção das interfaces gráficas do software decorrente desta tese. Aos meus colegas de equipa, Telma Pereira, Sofia Teixeira e Rita Levy, pela sua presença radiosa nos meus dois últimos anos de trabalho.

Agradeço à Fundação para a Ciência e Tecnologia e aos cidadãos portugueses o financiamento do meu doutoramento, através da bolsa SFRH/BD/75924/2011, que possibilitou a realização harmoniosa desta tese. Acredito que as contribuições decorrentes deste trabalho demonstram o meu empenho para avançar o estado da ciência computacional em Portugal e não só. Quero ainda agradecer às instituições de acolhimento, Inesc-ID, e de atribuição do grau, IST (Universidade de Lisboa), pela plataforma de suporte conduciva à realização dos trabalhos.

A minha gratidão a Marta Oliveira, Pedro Gonçalves, Pedro Cosme, Gonçalo Ferreira, Sílvia Pina, Elsa Torres, Mikel Damon Miller, Alexandre Camões, João Belchior, Samantha Nogueira, Sylvia Alves, Teresa Castanheira, Pedro Policarpo, Maria Júdice, César Moniz, Oet Grebke e António Barreto. Amigos de alma, cujos percursos se cruzaram com o meu de uma forma irreversível. E, claro, ao meu irmão Miguel.

A todos vocês, e ao leitor atento, dedico esta tese com verdade e humildade.

8 de Outubro de 2015,
Rui Henriques

[transcribed from the PhD dissertation]

-->