Séraphine

Séraphine fala-nos de sensações e de uma arte sincera focada segundo um ângulo lúcido, rico e cru!
A imagem é um dos pontos fortes do filme. O desempenho de Yolande Moreau é notável. O argumento é forte. Tudo no filme está porque assim deve estar. Dá sentido e apela ao nosso sentir. O silêncio transborda sentido. Haja sentir e sentido. Os sentimentos de amor e compaixão são dispostos de forma clara.
Loucura e arte são questionadas. Mas aqui resultam de um modo de sentir profundo e singular, que vai apartando as personagens deste mundo. Seja pela pintura, pela espiritualidade ou pela música o importante é que nos encontremos.
Há algum tempo que um filme não me tocava como este o fez! Dimensão próxima…
Saio do filme com a imagem de um abraço a cercar uma árvore mais toda a restante natureza.

(17/20)

-->